“3:17 AM, o telefone vibra embaixo do travesseiro e ela faz cara feia quando pega o celular, com aquele desconforto que tu sente quando tá no escuro e alguém liga uma luz. O nome na tela é “não é pra responder”.
Ei. Meio que não consigo dormir. E meio que também não consigo tirar você da cabeça, pra falar a verdade. Te acordei?
Quando o aviso de nova mensagem chega, o sorriso dele é de “eu sabia”.
Me acordou. Deixa eu tentar adivinhar… Chegou em casa agora, rolou os contatos, ninguém mais te deu bola e resolveu me chamar só porque sabe que eu sempre te respondo?
Você sempre me conheceu muito bem.
Dorme bem, Pietro.
~ Pietro sem Alice, Vinícius Kretek  (via coagir)

“E eu não tenho ninguém pra ligar na madrugada, dizer que ta doendo pra caralho, vem me ver. Ninguém pra atravessar a cidade por mim.”
~ Caio Fernando Abreu.      (via verborragias)

“Desculpe o transtorno, estou em construção”
~ Beto Quelhas.   (via verborragias)

“Era para ser amor.
E foi apenas saudades…”
~ Mayara D’Alembert - (via nostalgia-de-uma-poeta)

“Hoje eu preciso te abraçar, sentir teu cheiro de roupa limpa, pra esquecer os meus anseios e dormir em paz. Hoje eu preciso ouvir qualquer palavra tua, qualquer frase exagerada que me faça sentir alegria… Em estar vivo. Hoje preciso de você, com qualquer humor, com qualquer sorriso. Hoje só tua presença, vai me deixar feliz. Só hoje.”
~ Jota Quest (via insaneprince)

“Esconder os sentimentos não apaga uma história.”
~ kaká  (via thiscrazyloveluar)

“E ela vai embora dessa vez é de verdade. Cansada de dar o máximo e não receber metade.”
~ Rashid.   (via verborragias)